top of page

Polêmico show de Manu Batidão em Estreito, no Maranhão, custou R$ 190 mil aos cofres públicos


Um levantamento exclusivo realizado pelo site Folha do Maranhão, mostra que o polêmico show realizado pela cantora Manu Batidão, do estado do Pará, na cidade de Estreito, no Maranhão, custou aos cofres públicos a bagatela de R$ 190 mil. Segundo o levantamento, o valor foi pago adiantado e sem licitação, através de uma inexigibilidade de licitação.

O show que prometia ser um dos melhores da temporada de praia na Ilha Cabral, acabou sendo marcado por cenas deploráveis, com muita bebedeira e cenas de sexo explicito.

Durante a apresentação, o prefeito de Esteito, Léo Cunha, do PL foi visto consumindo cachaça no palco, juntamente com o deputado estadual Antônio Pereira, do PSB, e até mesmo a própria cantora acabou carregada no final da festa.

Além disso, o espetáculo foi permeado por cenas de teor sexual e comportamentos inadequados, o que causou desconforto, especialmente considerando a presença de dezenas de crianças no evento.

Algumas mulheres e dançarinos protagonizaram tais cenas de maneira explícita, mesmo com a presença do prefeito, que, surpreendentemente, classificou o show como um dos melhores da história do município em suas redes sociais e da Prefeitura de Estreito.


Veja o vídeo.


0 comentário

Comments


bottom of page