top of page

Pesquisa Prever: Braide 33,1%, Duarte 23,1%, Edivaldo 10%, Wellington 7,8% e Neto 7,5%




O Instituto de Pesquisas de Opinião Prever apresentou nesta segunda-feira, 27, mais um levantamento sobre a preferência do eleitoral em São Luís. Segundo o levantamento, Eduardo Braide ainda mantém a liderança na corrida eleitoral para 2024.


No cenário estimulado, o atual prefeito de São Luís, Eduardo Braide, do PSD, aparece com 33,1%, seguindo do deputado federal Duarte Júnior, do PSB, com 23,1%. Em terceiro lugar, aparece o nome do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior (sem partido) com 10,0%, seguido do deputado estadual Wellington do Curso, do PSC, com 7,8 e Neto Evangelista, do União Brasil, com 7,5%.


O deputado estadual Dr. Yglésio, ainda no PSB, pontou com 5,1%, seguido ex-vereador de São Luís, Fábio Câmara, do PDT, com 1,2% e Diogo Gualhardo com 0,3% da preferência do eleitorado.


Brancos e Nulos somam 8,2% e não sabem ou não responderam, representa 3,7%.


No quesito rejeição, Edivaldo é quem possui o maior percentual, com 22,3%; Braide tem 12,7%; Wellington, 12%; Dr. Yglesio, 8,8%; Diogo Gualhardo, 8,8%; Duarte Júnior, 8,1%; Neto Evangelista, 6%; e Fábio Câmara, 4,2%. 7,9% disseram que não rejeitam ninguém, e 9,2% não souberam ou não responderam.


Em segundo cenário estimulado, sem a presença do ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior; do deputado estadual Neto Evangelista; do ex-vereador Fábio Câmara e do representante do Novo, Diogo Gualhardo Neves, Eduardo Braide continua liderando o levantamento.


Neste cenário, Braide pontua com 39,2%, seguido de Duarte Júnior com 29,1%, Wellington do Curso com 11,8% e Dr. Yglésio com 6,8%. Brancos e nulos somam 10,1% e não sabem ou não responderam, representa 3,0%.


A pesquisa mostra ainda um cenário espontâneo. Neste cenário Eduardo Braide tem 26,4%; Duarte Júnior 7,8%, Edivaldo Holanda Júnior 2,4%, Wellington do Curso 1,1%; Neto Evangelista 1% e Dr Yglesio 0,4%. Os demais candidatos somaram 1,5%; branco e nulo somam 10,2%.


Ainda neste cenário, 49,2% dos entrevistados não sabem em que votar ou não responderam.

0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page