top of page

Operação investiga esquema de fraudes em benefícios de pessoas mortas no MA

Segundo a polícia, o grupo é suspeito de fraudar o INSS para obter benefícios de pessoas mortas no Maranhão.


A Polícia Federal deflagrou na manhã de terça-feira (25), a Operação Ressurreição, em combate contra um grupo criminoso especializado em fraudes na Previdência Social. Foram expedidos dois mandados de busca e apreensão na cidade de Presidente Médici, localizada a 251 km de São Luís.


O inquérito policial teve início em março de 2020, liderado pela força tarefa previdenciária do estado. As investigações revelaram um esquema complexo de fraudes, onde os criminosos mantinham ativos os benefícios de pessoas falecidas, adquirindo ou roubando seus documentos.


A Coordenação de Inteligência Previdenciária (Coinp) estimou que, em apenas seis benefícios identificados, o prejuízo apontado é de R$ 287 mil. No entanto, a PF espera que este valor seja ainda maior após a análise dos materiais recolhidos.

Durante a operação, foram apreendidas joias, um carro de luxo, uma moto, uma arma de fogo não registrada, além de vários cartões de pagamento de benefícios em nome de terceiros e comprovantes de saques e empréstimos consignados vinculados a benefícios previdenciários.

0 comentário

Kommentare


bottom of page