top of page

Cantor maranhense é morto com 12 tiros em Manaus-AM

Atualizado: 23 de jul. de 2023

Segundo a Policia, o crime tinha acontecido antes do show.


O cantor maranhense Ronaldo Fonseca Quadro, de 46 anos, conhecido como “Maranhão dos Teclados”, foi executado com 12 tiros, na noite do último sábado (15), no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus, no Amazonas. O cantor se preparava para fazer um show em um bar, localizado na avenida Mulateiro, quando surpreendido pelo assassino.

Natural de Bela Vista do Maranhão, cidade a 246 km de São Luís, o cantor estava organizando os instrumentos para iniciar a apresentação quando o assassino chegou no estabelecimento, encapuzado e usando luvas. Ronaldo estava abaixado desenrolando fios do teclado, e não teve tempo de reação ao começar a ser alvejado pelos tiros.

De acordo com a equipe da PM, o suspeitos estava em um veículo que foi visto rondando o estabelecimento por, pelo menos, três vezes. Após cometer o crime, o assassino fugiu no carro, que não tiveram as característica divulgadas.

A perícia constatou 12 tiros no corpo do cantor, sendo oito na região da cabeça e quatro no tórax. Vários cartuchos de munição 9 milímetros foram recolhidos no local do crime. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas o cantor já estava morto.

Segundo a polícia, “Maranhão dos Teclados” não tinha antecedentes criminais. Para familiares e amigos da vítima, o assassinato do músico ainda está cercado de mistérios. Ele era conhecido por ser brincalhão e por não se envolver em brigas.

0 comentário

Comments


bottom of page